🚨ASSMAL e ACS/AL conseguem revogar a prisão e a transferência dos Militares

Setores jurídicos das entidades foram acionados e se mobilizaram em favor dos PMs presos

Após o acontecimento ocorrido na última quinta-feira (23) no litoral sul de Alagoas que envolveu três policiais militares que faziam uma blitz de rotina e abordaram o coronel Adroaldo Freitas Goulart Filho, o mesmo os denunciou e uma confusão foi gerada, pois o Comando-geral da corporação determinou a prisão deles, porém eles foram liberados no último domingo (26).

Diante dos fatos, os setores jurídicos das duas entidades se encaminharam ontem (27) para o Comando-Geral a fim de esclarecer o que aconteceu e, com isso buscar a revogação das prisões e as transferências dos policiais militares.

O coronel Wilson foi designado pelo Comando-geral para apurar a sindicância e o processo disciplinar deste caso. Além disso, a ASSMAL e ACS/AL, através dos seus advogados, solicitaram o acompanhamento e a fiscalização por parte do Conselho Estadual de Segurança Pública de Alagoas (CONSEG) que terá como representante o defensor público Rildson Martins, do Ministério Público de Alagoas (MP/AL) e da Defensoria Pública.

Hoje (28) às 14 horas, o Sargento Gedson (ASSMAL) e o Cabo Wellington (ACS/AL) irão até a sede das Promotorias da Capital, no Barro Duro, a fim de serem ouvidos pelo procurador-militar Carlos Alberto Alves de Melo.

C.C.I: Construir, Crescer e Inovar!

Presidente da ASSMAL
Gedson Ataide

Deixe uma resposta

Nome *
Email *
Site