Entidades militares se articulam para cobrar IPCA da categoria

Após tentativas junto ao Governo para o pagamento do IPCA, obrigação que deve ser paga todos os anos aos servidores públicos e que desde seu início não vem sendo feito de forma correta, a ASSMAL, ABMAL, ACS/AL, ASSOMAL e UPA, decidiram se reunir nesta quinta-feira (26) para articular maneiras e mostrar a perda real em percentual que os policiais e bombeiros militares vem sofrendo.

Os presidentes das entidades juntamente com o corpo diretivo têm se organizado para mostrar uma planilha ao Governo na qual eles perderam muito nestes dois últimos anos.

O presidente da Associação dos Bombeiros Militares de Alagoas, Sargento Ramalho, complementou que até a próxima reunião marcada para o dia 31 de janeiro será apresentada a tabela de negociação dos IPCA’S atrasados. “Faremos todos os cálculos para cobrar o que é da nossa categoria de direito. Queremos o pagamento das perdas e posteriormente marcaremos uma assembleia para deixar a tropa informada acerca do que está acontecendo”, finalizou.

Na reunião estiveram presentes o presidente da Associação dos Oficiais Militares de Alagoas, Tenente Coronel, J. Cláudio, o presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos em Alagoas, Sargento Gedson, o Sargento Francelino da União dos Policiais Militares e demais representantes das associações.

Deixe uma resposta

Nome *
Email *
Site